sexta-feira, 29 de julho de 2011

Caçadores de Relíquias

O nome desse post faz referência ao seriado do canal de TV por assinatura History Channel, denominado "Caçadores de Relíquias" ("American Pickers" nos EUA), onde os dois amigos e sócios, Frank Fritz e Mike Wolfe, vasculham a América atrás de relíquias.

Foto: Divulgação
Por aqui no Brasil, qualquer pessoa pode se tornar um caçador de relíquias. Ainda mais quando se trata de automóveis e principalmente da linha VW a ar, que possui uma vasta gama de material disponível.

Seguindo isso, numa tarde chuvosa em Viamão/RS, meu pai e eu seguimos por uma estrada de terra, sinuosa, seguindo pistas de comentários de algumas raridades abandonadas ao relento. E achamos... No meio de um terreno abandonado, num matagal, vimos a cena que foi ao mesmo tempo espolgante e desanimadora. Diferentemente da série americana, onde os "caçadores" compram as relíquias para posterior revenda, nos aqui só podemos nos contentar com meras fotos, mas que por si só já dizem tudo... 



















A maioria deles está a venda. Mas no caso dos dois Karmann Ghia, os preços são exorbitantes! Documentação não existe, e como pode se ver nas fotos, pouco há de se salvar...

6 comentários:

  1. Como é que alguém em sã consciência que negociar algo tão deteriorado assim e sem documentação??
    Parabéns pelo seu relacionamento com seu pai, exemplar.

    ResponderExcluir
  2. Posisé Maurício, se eu te falasse os preços que ele pede, tu iría ficar careca... No caso de meu pai e eu, a paixão passou de filho para pai. Antes que eu adentrasse nesse universo da fuscamanía, meu pai nem gostava muito... Agora é ele que corre atrás dessas relíquias.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. É muito triste ver um Karmann Guia neste estado. quando eu era criança ia para uma escola em Viamão com a minha mãe que era professora. Ela tinha uma colega que tinha um e eu adorava vir de carona no Karmann Ghia dela. Este carro é um dos meus sinhos de consumo, mas quando se acha um em estado regular o preço é absurdo! Um dia quem sabe eu encontre uma barbada... enquanto isso, sigo com o meu fusca mesmo (que eu adoro).
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pelo elogio amigo. É triste mesmo... Ver um ícone de design abandonado ao relento é de cortar o coração de qualquer antigomobilista...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Pior que aqui no Brasil o cara que salva algumas relíquias ainda passa por catador de ferro velho,o povinho sem historia, gosto muito desse seriado pois as vezes eles até fazem doações para museus e abrem mão do dinheiro.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Sandro, se tivéssemos o mesmo apego com a cultura que os americanos tem, nós teríamos muitos carros antigos por aí ainda. Sem falar em outras coisas antigas, que lá são muito valorizadas, aqui pomos fora...

      Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...