quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Flagras do cotidiano

Mais uma raridade flagrada na grande Porto Alegre. Um VW  1600-L 1969, nosso vulgo Zé do Caixão em sua versão Luxo.

Tão difícil de se encontrar, e apenas a 500 metros de casa! Parado a anos, aguardando um dono. Nos informamos com o atual proprietário, e ele tem interesse em vender, mas ele está pedindo 5 dígitos...







10 comentários:

  1. Realmente uma lastima, pior é que apodrece e não reduzem o preço para restaurar, um abraço.
    Sandro Fanezze.

    ResponderExcluir
  2. Poisé Sandro, olhando de perto está pior... E com o cara não tem negócio.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Mais um carro que se perde, precisa de outros 5 digitos para deixar em ordem, ai émelhor pegar um pronto e sair faceiro.

    ResponderExcluir
  4. Verdade amigo. É uma pena. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Antes de conheçer o clube os socios e principalmente o Alexander que me ensinou muito eu tinha uma idea completamente diferente sobre carros antigos, achava que carro bom era carro restaurado e bem cuidado e não dava a minima importancia quando chegava alguem com um carro bom mas meio estragado pelo tempo e pelo uso, hoje convivendo com vocês sei o quanto doi ver uma reliquia atirada em um ferro velho ou em um canto qualquer porque hoje sei que veiculos como esse da foto que provavelmente levou anos para ser desenvolvido e colocado nas ruas estão em extinção, então agradeço a todos que me ajudaram a mudar meu ponto de vista e hoje ver esses carrinhos velhos e enferrujados não como um pedaço de lixo e sim como parte da historia do Brasil e de muita gente boa que trabalhou duro para telos.
    Sandro Fanezze.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que fiquei emocionado com o seu comentário Sandro. Muito obrigado. É bom saber que em nossos esforços para dar um futuro para o passado, acabamos contagiando e conscientizando que está a nossa volta. Obrigado a você amigo, por compreender o que a maioria acha incompreensível...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Fico muito feliz em ver esta declaração do amigo Sandro que entrou neste nosso universo ao qual eu mesmo não tinha tanta afeição e hoje sou um apaixonado pelos nossos fuscas e derivados e tudo isto vem do Alex que me incentiva e eu tambem dou muito apoio para ele e declaro que isso me faz um bem para minha alma pois se nós não mostrar estas reliquias que um dia se perderá na memória daqueles que não tem esta consideração o que seria da história de cada exemplar?
    um grande abraço atodos os amantes do nosso meio
    ao amigo Sandro e em especial am meu filho Alexsander.

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pai pelas sabias palavras e pelo grande reconhecimento!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. é uma pena ver uma verdadeira reliquia destas esquecida num canto. meu pai tem um fusca quatro portas assim, mas ele esta totalmente restaurado! estou pensando em comprar um e começar do zero, mas 5 digitos nao dá. lamentavel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, se teu pai tem um desses (Zé do Caixão), é melhor cuidar dele mesmo, pois são super raridades hoje em dia. E os preços cada vez mais altos...

      Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...